segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Informativo do Ministério de Louvor ADBR - Banda de Elvis


A paz do Senhor, pessoal.

Tocaremos nestes eventos que acontecerão dentro da escala da Banda.

10/09 - Segunda-feira - Culto de Oração
11/09 - Terça-feira - Ensaio da banda
12/09 - Quarta-feira - Culto da Vitória
14/09 - Sexta-feira - Culto de Ensino
15/09 - Sabado - Pré-congresso de Jovens da Bom Retiro.
16/09 - EBD e os dois cultos.

Obs.: Tocaremos, também, no congresso de Jovens que ocorrerá no dia 29/09 (sábado).

Repertório da escala:

01. Leva-me pra dançar - Deigma Marques
02. Geração que dança - David Quilan.
03. Eu sou livre - David Quilan
04. Em tua presença - Fernanda Brum
05. Rendido estou - Aline Barros e Fernandinho.
06. Já estou crucificado - Fernandinho.
07. Vai valer a pena - Heloisa Rosa e Juliano Son da Banda Livres pra Adorar.
08. Uma nova história - (Fernandinho)
09. Porque Ele vive - André Valadão
10. Abraça-me - André Valadão

1 Corintios - 15.58 "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor."

terça-feira, 26 de junho de 2012

Em qual exército você esta marchando?


Seja uma benção para as pessoas
e não gigante.
Existem pessoas que se levantam contra nós como verdadeiros gigantes para impedir a nossa caminhada. São os Golias da vida. Eles até parecem com o gingante da história bíblica: grande, forte e aparentemente invencível. Golias foi treinado desde a sua infância para defender os interesses do seu povo a qualquer custo, era uma máquina de matar do exército dos filisteus, um homem de 2,90m de altura. 

Quantas vezes nos levantamos também como gigantes diante de nossos irmãos para defender nossos próprios interesses e nos tornamos tão cruéis e arrogantes quanto o gigante Golias diante de Davi. Nós precisamos entender que não marchamos para o exército do inimigo, mas no de Deus. Que possamos ser como ponte para as pessoas, não impedimento; Porta e não barreira. Pois impedimentos e barreiras são derribados pela mão potente de Deus. 

Que tipo de pessoa você tem sido? Será que você tem ajudado outros a seguirem em busca de seus objetivos ou os tem desestimulado sendo um excelente guerreiro do exército dos filisteus? Pense nisto, todas as pessoas são chamadas por Deus para dar frutos e podem se tornar instrumentos preciosos nas mãos do Senhor. 

É Deus quem capacita as pessoas com seus preciosos dons e habilidades. Não se deixe enganar, aquele para quem você olha com tanto desprezo hoje, poderá tornar-se um grande homem ou mulher de Deus amanhã. 

Medite nisso, o desprezo é a arma dos gigantes, mas o amor é a ponte que leva as pessoas a alcançarem seus objetivos. Sejamos como ponte para as pessoas que precisam atravessar e vencer seus obstáculos.

A letra desta canção resume tudo aquilo que Deus quer que sejamos para as pessoas.

"Como um farol que brilha a noite
Como ponte sobre as águas
Como abrigo no deserto
Como flecha que acerta o alvo,
Eu quero ser usado da maneira que quiseres
Em qualquer hora e em qualquer lugar
Eis aqui a minha vida, usa-me Senhor."

Canção Sonda-me da cantora Aline Barros.

domingo, 17 de junho de 2012

Uma enquete polêmica - Responda se puder


O homem é um ser motivacional. Somos movidos por aquilo que nos motiva e sempre queremos algo em troca do nosso esforço; Quando não somos devidamente recompensados ficamos tristes e desmotivados. Alguns têm a perseverança treinada e conseguem superar todos os obstáculos da desmotivação sem desistir nunca. Outros desistem na primeira crise motivacional. 

 

Mas em relação a nossa devoção e adoração a Deus, será que somos verdadeiros quando declaramos que o amamos acima de tudo e de todos, ou seja, "INCONDICIONALMENTE" e independente de qualquer motivação terrena? 

 

Nós dizemos isso o tempo todo nos louvores. Os cânticos declaram um amor imensurável por Deus - que não precisamos de motivação terrena alguma para continuar servindo, adorando e amando a Deus. Alguns compositores dizem que não necessitamos de reconhecimento humano para aquilo que fazemos, pois o reconhecimento de Deus é o bastante. 

 

Mas o que você faria se Deus fizesse cessar todas as palavras de elogios ao seu respeito e, todo o esforço que você fizesse daqui para frente nunca mais fosse recompensado por ninguém? Será que você continuaria com todo o gás na busca de seus objetivos? E na Obra do Senhor, você continuaria firme e constante sem nunca ouvir de niguém palavra alguma sobre seu desempenho? 

Eita Jesus! (risos).

 

Deixe um comentário com sua opinião!

 

Na próxima postagem continuarei falando sobre o assunto.

Um abraço a todos os blogueiros.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Um recadinho de Deus para você que está com o coração ferido.


Por mais que lutemos para não ceder à força destruidora do ressentimento, existem ataques tão fortes que nos fazem até pensar em desistir da espinhosa caminhada do perdão. Aqueles que se levantam contra nós muitas vezes se tornam imbativeis, insistentes, ferozes; Mas esse é o nosso morrer diário, a luta contra os sentimentos de ódio, vingança, justiça própria... Que eles sejam derrotados em nossos corações pelo fruto do Espírito Santo e que venhamos a morrer para nossa justiça própria... Nós, que somos cristãos, não podemos em momento algum dar lugar a sentimentos que destroem relacionamentos, pois que pregamos a doutrina do amor ao próximo... E, verdadeiramente essa é a maior doutrina biblica, aquele que sente dificuldades em amar o próximo deve se questionar a respeito de sua identidade cristã e sua salvação. Aqueles que não amam com atitudes não entrarão no Reino dos céus, pois nada que contamine entrará alí, rancor e ressentimento ficarão de fora - "Deus é amor, e quem não ama as pessoas, incluindo os inimigos voluntários, não conhece a Deus" (1 João 4.8). O diabo usa as pessoa para nos atingir, e  não adianta devolver as afrontas na mesma moeda, pois elas não compreendem isso, seremos reprovados por Deus se agirmos assim. Nossa única alternativa, se quisermos ver o operar de Deus em nossa defesa, é ouvir a afronta e ficar calado quando possível, orar e levar todas as afrontas ao Pai em oração. É assim que superamos os combates nos relacionamentos. Eu já tive essa experiência, comprovei que realmente funciona, é um morrer para o egoe e é angustiante, todo morrer é. Diante destes fatos eu precisei engolir tudo calado, Deus me deu inteligência emocional para só ouvir e não esbravejar como o velho homem faria. Então ao chegar em casa, fechei a porta do meu quarto e entreguei tudo ao Pai celestial (confeço que derramei muitas lágrimas de ressentimento). Mas liberei o meu perdão para a pessoa que me feriu e com o passar do tempo, Deus agiu operando sua maravilhosa justiça em meu favor. Se eu tivesse devolvido a afronta teria que me conformar com minha inútil justiça própria, porque a de Deus foi incrívelmente eficaz, deixando um belo testemunho para ser contado por ambas as partes. Certa feita, os discípulos perguntaram ao Senhor como seria a oração ideal, então Jesus lhes respondeu que bastaria dizer:

"Pai nosso que estás no céu...

...Perdoai as nossas ofensas, assim como temos perdoado a quem nos tem ofendido."

Isso é Deus, gente! Um Pai de amor que deseja que seus filhos amem uns aos outros, como Ele próprio nos ama. Paz!


sábado, 14 de janeiro de 2012

Esperei com paciência no Senhor, e Ele se inclinou para mim... Sl 40.1


Por quantas vezes, não queremos esperar em Deus por não termos paciência com o projetista e criador das nossas almas. Ele sabe o tempo necessário para terminar a sua obra em nós, Ele é perfeito, maravilhoso e justo, mas nós inssitimos em não esperar pelo seus planos. Já pensou se tivessemos que nos mudar para uma casa que ainda não foi acabada, seria um risco de vida para todos. Mas é assim que somos, preferimos o inacabado e imperfeito, embora choremos o prejuízo depois. Deus não deseja que soframos tantos processos dificeis, mas como fazer para que, um coração obstinado, orgulhoso, e independente, volte atrás em suas decisões precipitadas, egoístas e destrutivas, se não fazendo-o passar pela água e pelo fogo para que se desarme de toda a armadura do seu ego? No Edem nos tornamos deformados, escravos dos impulsos, mas Deus deseja que sejamos aperfeiçoados. Precisamos deixar o Senhor modelar em nós o seu caráter. O trabalhar de Deus na vida do homem é semelhante ao trabalho do Oleiro na feitura d'um vaso: 
O oleiro cava a argila do barranco, 
passa-a na peneira, 
amassa-a, modela-a segundo a sua vontade, 
e por fim  coloca o objeto no forno pelo tempo necessário para que o utensílio se torne consistente e capaz de ser ultilizado.O fogo é a etapa final.
Se você, como vaso, está impaciente, desejando sair do forno antes do tempo, saiba que vaso apressado se romperá com muita facilidade. 
Fique quieto(a), espere o tempo que for, deixe-se levar pelo vento do Espírito Santo, Ele te guiará pelo fogo, pela água, e te levará até aos pastos verdejantes e as águas tranquilas para refrigerar a tua alma. Espere,  o relógio de Deus nunca falha. Deus não deixou Sadraque, Mesaque e Abdenego serem consumidos pelas chamas de Nabucodonosor. Você, também, não será. Paciência com Deus, Ele vai fazer de você um vaso de grande valor!  

"Porque necessitais de paciência, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, possais alcançar a promessa." Hebreus 10 : 36

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

De criança a guerreiro - Ritual de iniciação dos indios norte-americanos Cherokees

Pequeno indio no Rio Araguaia.
Você conhece o ritual de iniciação da  juventude dos índios Cherokees ? 
O pai leva o filho para a floresta durante o final da tarde, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho. O filho se senta sozinho no topo de uma montanha durante toda a noite e não pode remover a venda até os raios do sol brilharem no dia seguinte. Ele não pode gritar por socorro para ninguém.  Se ele passar a noite toda lá, será considerado um homem. Ele não pode contar a experiência aos outros meninos porque cada  um deve tornar-se homem do seu próprio modo, enfrentando o medo do desconhecido. O menino está naturalmente amedrontado. Ele pode ouvir toda espécie de barulho. Os animais selvagens podem, naturalmente, estar ao redor dele. Talvez alguns humanos possam feri-lo. Os insetos e cobras podem vir picá-lo. Ele pode estar com frio, fome e sede. O vento sopra a grama e a terra sacode os tocos, mas ele não remove a venda. Segundo os cherokees, este é o único modo dele se tornar um homem. Finalmente, após a noite horrível, o sol aparece e a venda é removida. Ele então descobre que seu pai esteve sentado na montanha perto dele durante toda a noite, o protegendo do perigo o tempo todo.
"O SENHOR é quem te guarda; o SENHOR é a tua sombra à tua direita." (Salmos 121: 5). 

Qualquer objeto colocado à frente de um foco de luz direta, terá a sua sombra projetada atrás do mesmo. Enquanto essa luz brilhar, a sombra permanecerá alí, eternamente companheira e inseparável do objeto. O salmista declarou que a presença do Senhor em nossas vidas é comparada a nossa própria sombra, inseparável e companheira enquanto permanecermos sob a sua luz. O Senhor é bom, e enquanto estivermos nele, através da leitura diária da sua Palavra, adoração ao seu nome, e conduta cristã, seremos bombardeados pelo seu terno amor; e mesmo em meio a provações, seremos capazes de compreender que o processo pelo qual estamos passando, também é prova do seu amor por nós, pois sem as desventuras da vida, não seriamos capazes de aconselhar e consolar aqueles que passarão pelos mesmos processos que nós passamos. Esse é a pré-requisito para trabalhar na grande seara: experiência com Deus. Talvez, a história do indiozinho da tribo dos Cherokees, seja muito parecida com a sua. Quem sabe você esteja passando por uma longa e pavorosa noite de provação, com os olhos vendados, sem compreender o porquê dos fatos, sem amigos, e ansioso pelo amanhecer. Na história, o indiozinho estava passando pela transição de menino para homem. Ele estava sendo preparado para ser um guerreiro da sua tribo. Mesmo resistindo bravamente aos terrores noturnos, e sendo aprovado na prova, a grande surpresa veio pela manhã: ele percebeu que o seu pai não havia saído de perto dele em momento algum, apenas não se revelou, afim de gerar no filho o caráter de um verdadeiro guerreiro. Todavia se algo viesse a acontecer - pois a criança tinha sido vedada e deixada no meio da floresta - o seu pai jamais permitiria que nada ocorresse a sua integridade fisica. É assim que Deus age com você! Não permitirá que os teus pés vacilem enquanto você está sendo provado. Nada acontecerá com você, nem com os teus, nesta noite de provação. Tão somente creia que, pela manhã Deus trará a luz todas as respostas, e você compreenderá que foi necessário passar por todas estas provações, para que fosse gerado em você o caráter de um verdadeiro(a) guerreiro(a) do Senhor, Deus de Israel.



segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Cheios do Espirito e vazios de amor, isso é possivel?


Em uma reunião de escola bíblica, o grupo de louvor se prepara para louvar antes de dividirem as classes. Então é dada a oportunidade para a Ministra de louvor encerrar o estudo com uma oração. Antes de orar, ela fala para a classe que está muito quebrantada e satisfeita, pois o louvor que ela e o seu músico ministraram, no inicio da escola bíblica, foi um dos melhores, e que havia sido renovada durante a ministração de uma forma muito especial. Ambos pareciam estar muito ligados um ao outro numa comunhão repentina, quebrantados, e embriagados por um "mover" que havia sido liberado, alí, "somente para eles", no momento do louvor. Depois da oração, sentaram-se e conversaram sobre o como seria o segundo momento do louvor, o do encerramento da escola:
- Olá Carina, tudo bem? - Diz Raul, aparentando estar cheio da unção de Deus.
- Oi Raul, tudo! - Responde Carina, também, "cheia de unção e quebrantamento".
- Você sabe cantar esta canção: “Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração...”
- Sim, Raul, eu sei!
- Então, você vamos cantá-la hoje. Vamos para o púlpito?!!
- Vamos!
Então algo estranho acontece com a Ministra de louvor. Ela levanta-se, apática com todos, como se estivesse surda. Parece não ouvir as saudações dos colegas, e não responde a nenhuma pergunta que lhe fazem, causando constrangimento as pessoas que se dirigem para falar com ela. Somente olhava fixamente para o púlpito, aparentemente “cheia da unção” para ministrar na "ousadia do Espirito Santo de Deus". O músico, por sua vez, também despreza a todos os outros componentes do Ministério de Louvor. Aos que se dirigem a ele, apenas desprezo e silêncio. Somente ele e a ministra sobem ao púlpito para ministrar a igreja naquela manhã, e somente eles, é uma "direção de Deus”, declaram. 
Este é um fenômeno que ocorre constantemente no meio de ministérios de louvor desajustados. Nas Igrejas que aderiram em sua liturgia o louvor  como parte essencial nos cultos, na abertura, no ofertório e no encerramento, existe aquela pessoa responsável pela organização do grupo de louvor. Geralmente esta pessoa dita as regras para o grupo, e suas ordens devem ser acatadas pelos demais componentes, levando em consideração, por todos, o principio bíblico da submissão as autoridades. Todavia esse líder deve entender que liderar requer preparação. Falo da consciência de que as pessoas tem atributos como sentimentos e emoções, os quais precisam ser respeitados, tratados e curados. Existem pessoas que não estão preparadas para liderar, e nunca estarão. Liderança é um chamado de Deus, e somos chamados, não só para liderar, como para muitas outras funções no corpo de Cristo. Tantos estão em posições erradas, matando uns aos outros, matando-se a sí mesmo e, se martirizando, procurando entender onde está o erro, sem compreender que estão no lugar errado, e quando acham o erro não são humildes para abnegar do cargo, ainda que em detrimento da sua paz e da dos outros.

Mas independente de estar ou não no lugar certo, a questão sobre a qual quero tratar em especial, é sobre um estranho acontecimento que percebo no meio daqueles que dizem ter recebido uma porção maior da revelação e da unção de Deus para estes dias; Como dizem: a nova “visão”. Pois, estão sempre declarando que a partir de agora, o Espirito Santo de Deus, encherá um povo como nunca, e este povo evangelizará o resto do mundo até a vinda do Senhor... Queridos, eu acredito nisso piamente, não estou aqui para criticar a profecia, isso é lindo e se cumprirá. Mas acima de revestimento de poder, ou de capacitação ministerial, ousadia, e demais aquisições espirituais, está a CONSIDERAÇÃO de uns para com os outros, o AMOR. A Palavra de Deus diz que "todos saberão que somos discípulos de Cristo se nos amarmos uns aos outros". Para mim é confusa a ideia de alguém estar cheio do Espirito Santo de Deus e tratar as pessoas como se fossem objetos descartáveis. O exemplo acima é um fato que vemos comumente acontecer, pessoas que se dizem cheias de Deus e vazias de amor, sobem aos palcos e púlpitos, dizendo-se cheias da unção, mas no trajeto, entre a porta e o altar, deixam rastros de morte e desprezo a sua volta, como pode ser isto? Alguém pode dizer: Mas estamos no tempo da graça, é pela misericórdia que somos usados por Deus, irmão. Meu querido(a), todos vivemos dependentes da misericórdia de Deus, mas nem por isso vamos sair do estado de consciência normal, e nos fazer de esquecidos, surdos ou mudos com as pessoas, quando formos convidado a subir em uma plenária para ministrar louvor, pregar ou tocar na "Unção de Deus". Há pessoas que sofrem uma verdadeira mutação físico-mental quando estão em alta no ibope eclesiástico. Eu não sou nenhum super-crente, claro que já me senti exaltado, superior aos outros, isso é do ser humano, somos carnais quando não estamos no Espírito, todavia tenho consciência de que quando estou neste estado, mesmo estando cheio da Unção de Deus , estou, na realidade, e muito, é distante dele. Deus é o Criador do céu e da terra, dono de todo ouro e prata que existe, todavia é humilde a compassivo. Se parecemos estar cheios do Espirito Santo, deveríamos se humildes e compassivos como Ele. Veja o que Jesus disse de si mesmo em sua Palavra: “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas.” Mt 11.29. Queridos, isso é algo que pode acontecer com todos, comigo e com você. Portanto, sejamos vacinados contra o virús do engano e da soberba. A verdadeira unção de Deus é cheia de misericórdia, paz e cura. Quando você for cheio desta maravilhosa unção, e creio que será, saiba que será para beneficio dos enfermos e aflitos que estarão a sua volta, e não para seu próprio beneficio e exaltação. Fiquem na Paz!

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Olá, pessoal! Quero deixar, aqui, os meus agradecimentos a vocês, blogueiros de Cristo, que estiveram acompanhando o meu blog durante o ano de 2011. Mas queridos, sinto a falta dos vossos comentários (risos). Compartilhe alguma opinião ou testemunho sobre as postagens! Costumo postar somente aquilo que Deus revela ao meu coração, não são apenas palavras, mas experiências vividas, e compartilhadas com você, para a sua edificação, meu querido blogueiro(a). Quero fechar este ciclo deixando uma pequena dica para o ano de 2012, será o segredo para que seja o melhor ano da sua vida. E a dica é: Abrace o povo, meu irmão! Isso mesmo, abrace a todos, mesmo aqueles que te feriram, consciente ou inconscientemente (saiba entender as motivações de cada um); Ao menos analise suas próprias ações, será que você, realmente, foi a vitima? Bom, isso é muito pessoal, e requer o exercício da humildade, em outra ocasião falemos sobre isso. Acredito, e tenho provado que o abraço cura. Existem pesquisas cientificas que comprovam que o abraço auxília na cura fisica e emocional das pessoas doentes. Mas se for sair por aí abraçando o povo, saiba que existem pessoas que se sentem muito constrangidas ao receber um abraço de alguém. Sou professor, e em dinâmicas em sala de aula, quando a brincadeira pede um abraço do colega, há jovens que sentem muita dificuldade em abraçar, seja por marchismo, timidez ou por qualquer outro tipo de bloqueio. Neses casos, explico que podemos abraçar as pessoas que apresentam certo tipo de regeição ao abraço, apenas com um pequeno toque no ombro ou com um leve aperto no braço da pessoa, sem se esquecer do sorriso. Abraço não é apenas um ação fisica, mas principalmente espiritual. E falando dos familiares, não posso esquecer de dizer que natal, pra mim, só tem significado quando estou em familia... Eu sempre digo aos amigos que me convidam para sair no natal, que farra de ano novo podemos passar longe de casa, em uma praia, restaurante, casa dos amigos... mas natal é sagrado, é familia. Tenho que sentar a mesa com eles enquanto posso, tenho uma vovózinha viva e não posso desperdiçar um momento tão significativo como esse longe dela, já que não sei até quando isso será possivel. Valorize a familia, pois é o maior tesouro que podemos ter na terra. Faça um esforço e seja ao menos cordial com quem ama tanto você, passe ao menos essa noite, tão simbólica, ao lado da familia, deixe-os curtir a sua companhia. Você é filho, é primo, é sobrinho, este é o seu papel na vida deles, você tem valor imenssurável para estas pessoas. Nunca se sabe quando será o ultimo natal. Veja est depoimento. Paz!


sábado, 10 de dezembro de 2011

Somos aquilo que falamos, fazemos e gostamos de ouvir .


Estima-se que, nos dias de hoje, a média de vida do ser humano seja de 70 anos. Em alguns lugares essa média cai para 40. Os médicos prometem, e eu acredito piamente, que é possível viver mais e melhor se observarmos as recomendações que se seguem:
Praticar exercícios físicos regularmente,
comer alimentos saudáveis,
cuidar bem das emoções,
não fumar, não beber...  
Mas ainda que tenhamos todos esses cuidados com a saúde, nada pode impedir que um dia venhamos a morrer, é claro.  Todos nós estamos fadados a morrer, quer seja príncipe, quer seja princesa, plebeu ou plebeia, todos  nós, mais cedo ou mais tarde, haveremos de passar para a eternidade, com exceção de ninguém. Mas o que estamos fazendo com o tão pouco tempo de vida que temos sobre a terra? Nossas atitudes respondem a pergunta.  Elas são como sementes lançadas sobre a terra, cujos frutos iremos, inevitavelmente colher em um amanhã muito próximo. Isso é algo a se pensar. O que são 70 anos em comparação a toda uma eternidade? É de arrepiar a ideia de que estamos tão ocupados com as coisas desta vida que nem pensamos no que irá acontecer depois da morte. Não estou dizendo isto pra deixar você aflito com a ideia da morte, até por quer, para os que já entregaram a sua vida ao Senhor Jesus não existe morte, a não ser  uma passagem tranquila para uma eternidade segura de gozo e alegria na presença de Deus.  Mas quero, aqui, meus amados, deixar uma pequena reflexão sobre o que, de fato, estamos sendo enquanto vivos, e o quanto nossa memória será importante para os que deixaremos  depois de morrermos. O que somos no dia de hoje não acabará com a nossa morte, mas continuará sendo lembrado por todos. Isso chamasse legado. Quando me reúno com a minha família, ao relembrarmos fatos passados, vez ou outra, comentamos sobre certa senhora, esposa de um pastor muito conhecido, que em uma reunião de ministério, exaltou-se tanto, ao ponto de humilhar, com palavras ofensivas, e  na frente de todos, um certo obreiro que expunha a sua opinião sobre o assunto que estava em pauta. Ficamos muito tristes, esta senhora causou um constrangimento muito grande a esse obreiro. A reputação desta senhora, assim como a comunhão conosco e com os demais ficaram abaladas e nenhuma das partes tiveram oportunidade de se retratarem. Passado algum tempo, esta senhora veio a falecer sem haver nenhum tipo de retratação, as suas lembranças são de uma pessoa soberba e arrogante. Foi o legado que esta senhora deixou para a congregação onde seu esposo esteve pastoreando por 2 anos e meio. Não comentamos isso com rancor, mas com tristeza e aprendizado, pois somos aquilo que falamos, fazemos e gostamos. O que plantamos em vida ficará para sempre. Devemos ter cuidado com as nossas atitudes, pois elas são sementes eternas, plantadas no solo da história e na memória das pessoas. São nossas palavras, ações e escolhas que eternizarão a nossa imagem na vida das pessoas. Se lhe for dada a oportunidade de se retratar pelos erros cometidos, faça-o hoje, será a cura das más lembranças que as pessoas têm ao seu respeito. Você pode até pensar, mas e o meu orgulho como fica? Pense que diante da morte e da eternidade, os nossos caprichos não valerão mais nada, serão sepultados conosco, o que valerá será somente o legado, as nossas memórias,  aquilo que deixamos de aprendizado para a futura geração, isso sim é eterno.

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Um Caminho espinhoso, um futuro de glória

Uma das maiores polêmicas teológicas gira em torno da questão sobre o espinho na carne do Apóstolo Paulo. Quem nunca se perguntou sobre o que de fato seria este inconveniente que, de tão perturbador, se comparava a um espinho cravado na carne? A respeito desse assunto existem uma diversidade de suposições, algumas absurdas, como por exemplo: um conflito por ele ser homossexual, uma enfermidade nos olhos que o deixava com um aspecto horripilante diante das pessoas, um guarda romano que o espancava  frequentemente... Há quem diga até, que o espinho na carne de Paulo era a sua sogra (risos). Na realidade, nunca descobriram do que se tratava tal infortúnio, pois a respeito disto, em sua carta a Igreja de Corinto, o apóstolo apenas deixa claro que, seu sofrimento era semelhante a um soldado da parte do diabo que frequentemente lhe esbofeteava, nada mais além disso, não deixando mais nenhum detalhe para que pudéssemos saber com exatidão dessa fase de sua vida. Na sua carta, Paulo, ainda diz que orou, por varias vezes, a fim de que Deus o livrasse desta situação, mas como resposta, o Senhor apenas disse que, lhe daria da sua abundante graça e que, isto seria o suficiente para o consolar - será que você seria capaz de se contentar com a preciosa graça do Senhor mediante alguma tipo de provação fisica, sentimental, emocional ou financeira? Imagino como eram as manifestações da graça de Deus na vida de Paulo enquanto ele passava por este problema, quanta glória se manifestava em sua vida para compensá-lo e consolá-lo de todas as provações que passou... Deus nunca nos provará além das nossas forças, mas sempre nos dará o escape para que possamos suportar as provações. Enfim, Paulo concluiu que, mesmo diante da negação de Deus em lhe livrar, ele seria capaz de se alegrar nele, sabendo que esta aprovação o levaria a um patamar espiritual ainda maior. Diante da provação, Paulo sofria, mas consciente de que isto seria, para ele, uma preparação para um futuro glorioso, de grandes experiências com Deus. Paulo tinha visão de águia, altaneira. Ele não via as coisas pela ótica humana, limitada aos horizontes deste plano, mas com olhos espirituais de infinito alcance, o que lhe trazia fortaleza e determinação para continuar no firme, constante e abundante propósito de fazer a Obra do Senhor a todo o custo. O sofrimento com Cristo sempre trará um futuro de glória. O problema é que as pessoas não querem pagar preço pelas bênçãos espirituais. Vejo tantos dando o seu máximo para obterem os tesouros passageiros desta vida em detrimento dos eternos, isso é inutil. Buscai o Reino de Deus em primeiro lugar, então as demais coisas terão sentido, do contrário haverá apenas um sentimento de vazio ao invés de contentamento pelos bens adquiridos. É dramática a situação da Igreja contemporânea, cada vez mais satisfeita e rica e menos espiritual, estamos vivenciamos o retorno de Corinto. A questão é que estes tesouros espirituais são de graça, mas nosso caráter precisa ser preparado para recebê-los. Sem os espinhos temos a tendência de nos achar merecedores, filhinhos queridinhos e prediletos, arrogantes e desagradáveis. É aí que entra em ação o "espinho na carne", ele funciona como um fator de quebrantamento e de equilibrio para os excessos do nosso EU egocêntrico e autoconfiante. Mas, voltando ao assunto do Apóstolo Paulo, me responda: o que você faria se ouvisse de seu pai biológico uma negação de ajuda em alguma situação de extrema dificuldade? Será que você continuaria o amando da mesma forma e ainda acharia motivos para se alegrar nele? Posso dizer que isso já aconteceu comigo e o sentimento que tive por meu pai não foi lá dos melhores (risos). Precisamos entender que por mais que nos acheguemos a Deus, ainda carregamos nuanças da natureza carnal e essa natureza agrega sentimentos terríveis e emoções que até ignoramos, mas que são extremente nocivos a nós e as pessoas a nossa volta. Será que você realmente se conhece, ao ponto de conseguir, sozinho, lutar e vencer estes sentimentos e emoções?  Precisamos nos deixar ser lapidados pelo espirito Santo de Deus para que possamos galgar os degraus espirituais; Estas lapidações podem ocorrer através de todos os meios e situações que possam trazer impacto ao nosso caráter, nos forçando a tomar atitudes que exaltem o nome do Senhor diante das mais diversas situações da vida. São bençãos quando conseguimos ver os resultados que estão adiante do hoje e do agora. Quem tem visão altaneira, analisa primeiro os futuros resultados, para só depois dar atenção ao problema. São através dos fatores de quebrantamento da alma que somos tratados e curados da arrogância, dos sentimentos perversos e das emoções contrárias a Deus. Esses fatores de quebrantamento também podem ser chamados de espinhos na carne. Qual será o seu? Sei o quanto é dificil para você suportar esta provação, caro amigo(a), mas posso afirmar, por experiências próprias, que é possível ter maturidade espiritual para se alegrar em meio as dificuldades, pois Deus sempre nos prova com o propósito de nos abençoar - é o modo de Deus agir - e quanto maior for a provação, maior será a benção. Diante de tantos desafios ao longo da caminhada, eu pude abrir meu coração para a verdadeira fé no cuidado de Deus. Eu não tive outra opção se não confiar, existem situações que te deixam sem opção de escolha. Quando isso ocorre na vida do crente, passamos a ter experiências com o sobrenatural, coisas impossíveis começam a acontecer a nossa volta, é o caráter sendo preparado para que sejamos capazes de conter o precioso óleo da unção de Deus sem que o vaso esteja com falhas. Certa feita o Senhor falou-me: Te darei fé sobre fogo, Elvis. Desde então tenho sido provado neste fogo, são situações dificeis que nos forçam a crer. Não é fácil ouvir que iremos passar por provações, mas é sobre o fogo que adquirimos a fé inabalável, constante, e aprovada. Eu quero esta fé. Lembro-me dos 3 jovens na fornalha de Nabucodonosor. Foram lançados 3 dentro da fornalha, mas se viam 4, e o quarto representava Jesus, aquele que refrigera nossas almas marcadas pelos espinhos desta vida. O espinho está aí, cravado na sua carne, só você sabe a dor, mas você tem graça abundante, ela te capacita, te regenera, siga em frente para o alvo, o futuro será glorioso. Acredito que Deus não revelou a humanidade o que era o espinho na carne do Apóstolo Paulo para que as pessoas que tivessem o mesmo tipo de problema, não vivessem em função da experiência alheia e particular do apóstolo, mas tivessem as suas próprias experiências espirituais, pois Deus é Senhor pessoal de cada um e deseja que tenhamos nossas próprias biografias, “cada um levará a sua própria carga” – Gálatas 6.5, e cada um será consolado segundo a maravilhosa graça de Deus. Te amo Senhor!


Me ama ( How He Love Us)
video




terça-feira, 18 de outubro de 2011

A era da pressa

Sabichona: Mulher, que presume de muito sabedora.
Vivemos dias de intensa busca por soluções imediatas. A tecnologia promete recursos milagrosos para resolver os problemas profissionais, sociais, economicos e até "sentimentais" das pessoas. Quem ganha com isso são as empresas de ciência e tecnologia. Aliás, elas só existem em função da busca de soluções para os problemas do homem-moderno. Esse constante avanço tem gerado uma problemática social que merece muita atenção. O problema não está na tecnologia, mas sim no seu uso abusivo, na dependência da mesma para obter compensações que somente a familia, os amigos e principalmente Deus pode dar. Não vejo problema nenhum em passar o tempo conectado a internet, ou ao celular, ou a outros tantos "brinquedinhos" tecnológicos, desde que:

1 - Isso não me faça pensar que todos os meus problemas podem ser resolvidos em um simples teclar de ENTER, me fazendo acreditar que  tudo pode ser resolvido imediatamente segundo a minha impaciência e  vontade; 

2 - Ou que os comandos milagrosos e velozes do meu PC me deixem tão ansioso e apressado ao ponto de não tolerar pessoas com ritmo mais lento que o meu, me transformando em alguém insensível e intolerante com idosos, crianças, portadores de deficiência, pai, mãe...

3 - Ou até deixar de me socializar com as pessoas, a não ser que elas estejam do outro lado do monitor, pousando de estrela teen apagada de hollywoodno no perfil de um face book, orkut ou twitter. 

4 - Ou que isso me deixe tão dependente destes objetos ao ponto de parecerem uma extensão do meu corpo, tipo pessoas que não largam o celular, nem do laptop por nada na vida em nenhum momento.

Penso que jamais a tecnologia poderá substituir o abraço de uma mãe ou de um amigo chegado, o cafuné da vovó querida ou o ombro do pai... Pois ainda que o computador consiga uma simulação perfeita destes afetos, nunca haverá na máquina um coração que transmita o calor dos  sentimentos de amizade, amor, maternidade... Estes sentimentos são recebidos na alma, não são apenas sensações fisicas. São desmentidos muito facilmente quando há artificialidade, pois não há resultados se não forem autênticos, originais, genuinos e humanos. A tecnologia  jamais trará cura a emoções e sentimentos enfermos.


Devemos respeitar o ritmo uns dos outros. Nem todos estão na mesma fase da vida, gozando do mesmo estado físico, espiritual ou emocional. A vida é uma corrida cujos obstáculos são injustos e diferentes para cada pessoa. Cada um tem seu desafio diário, seu ritmo, sua estratégia de luta... Sejamos tolerantes uns com os outros. Isso é amor.

video



quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Certa feita, o profeta Jeremias foi convidado por Deus, a ir até a Casa do Oleiro. A Casa do Oleiro era uma fábrica onde se encontrava o oleiro com sua roda a trabalhar na fabricação de utensílios de barro. Jeremias obedeceu a voz de Deus e ao chegar alí, achou o oleiro, comumente, trabalhando na elaboração de um vaso. 

Imagino que Jeremias tenha entrado alí e, sentando-se, começou a observar o modo como ia sendo modelado aquele objeto a partir da argila informe; Creio que houve algum tipo de diálogo entre eles, todavia, Jeremias não tirava o olhar da roda, pois presentia que algo poderia ocorrer alí para seu ensino e toda a atenção era necessária. De repente ocorre um acidente: o vaso que estava sendo trabalhado se parte nas mãos do oleiro e este recomeça a sua obra. Então, Jeremias ouve a voz do Senhor: "Vai e diz a nação estas palavras: "Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel? Eis que como o barro na mão do oleiro, assim sois vós na minha mão". Jr 18.6. 

Estamos vivenciando um tempo no qual Deus está quebrando o orgulho do seu povo para que este experimente um novo tempo de cura e liberdade no Espírito. Quando o Senhor tem algo a realizar em nossas vidas, nada pode impedir o seu operar, nada pode impedir que sejamos peneirados das nossas rebeldias, quebrados, amassados e, claro, refeitos, afim de nos tornar-mos vasos de honra, consistentes, sem rachaduras, para o uso exclusivo do Senhor. 

Existem coisas em nosso interior que só podem ser removidas através das potentes mãos de Deus. São impurezas tão enraízadas em nosso ser que, só serão retiradas pelo processo da peneiragem da alma e, quando isto se faz necessário devemos nos submeter ao esmero das mãos do oleiro, até que sua obra esteja pronta em nós. Isso poderá durar algum tempo, mas com certeza, aquele que começou a boa obra a aperfeiçoará.

No processo da maturação do caráter cristão, não existem atalhos, quem está na roda do oleiro, tem que passar pela peneira. E quem já passou pela peneira tem que ser amassado até adquirir a consistência certa para ser modelado em vaso de barro, do contrário o vaso conterá rachaduras depois de pronto. O processo de modelagem do vaso de barro, representa as circunstâncias que passamos na vida para adquirirmos a maturidade cristã. Uma afronta alí, uma humilhação aqui, uma decepção, um aperto financeiro, uma perda ou outra... Independente das adversidades o importante é saber que nada sai do controle do Pai celestial. Tudo no final se tornará em experiências contadas com louvor pelo resultado maravilhoso de uma obra perfeita, feita pelas mãos de Deus. Todos estamos no processo de formação do caráter de Cristo em nós. Deixemos Deus trabalhar em nossas vidas, Ele deseja que seus filhos sejam parecidos com Ele. Que Pai amoroso é o nosso Deus. Paz!


quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Lançado a 250 km/h

Um flecha é lançada a 250 Km/h
Uma flecha, antes de ser lançada pelo arqueiro, primeiramente é puxada para trás. O arqueiro sabe que quanto mais ele a puxa, mais tensão haverá no arco, que por sua vez, fará com que a flecha seja atirada com toda a força necessária para percorrer a distância entre o arqueiro e o alvo. O salmista diz que "Como flechas na mão de um homem poderoso, assim são os filhos da mocidade", Sl 127.4. Estas flechas representam os filhos de Deus, é uma simbología que se refere a nós que um dia cremos e até hoje permanecemos na aljava do Senhor. A lição que tiramos dessa analogia está nesse movimento que o arqueiro faz antes de lançar a flecha: Ele a puxa para trás primeiro, pra só depois lançá-la ao longe. O termo "puxar para trás", na gíria popular, significa atrapalhar, sabotar, impedir... É como nos sentimos quando alguém tenta contra nossos planos e projetos. Mas o que fazer quando isso é algo vindo de Deus para o nosso crescimento? Você pode até pensar, mas Deus não puxa ninguém para trás. É verdade, Deus não puxa niguém para trás, mas permite que você seja puxado por alguém que não te ver com os olhos dele. Compreenda, Deus é perfeito em tudo o que faz e, nós, seres inacabados - a partir do Édem - temos defeitos, falhas gravíssimas em nosso caráter. Devemos ter humildade e reconhecer que presisamos estar sempre sendo modelados ao caráter de Cristo, isto se quisermos ser como Ele é. Uma dessas falhas chama-se orgulho, coisa detestável aos olhos de Deus. O orgulho foi  o primeiro mal de que se tem registro a surgir nas esferas espirituais. Orgulho é parte da natureza humana e, para que essa falha seja corrigida precisamos de uma "puxadinha para trás" de vez em quando; e quanto mais forte for essa puxada, mas abatido você será. Só que a concequência disso será o impeto com que você será lançado na direção do alvo. Com certeza chegará mais rápido e acertará com enorme presisão o alvo desejado - É a lei da ação e reação (de Newton). Se estás na aljava do Valente, serás puxado para trás, mas se alegre, amanhã serás lançado a 250 Km/h à frente dos teus sabotadores! (risos). Aleluia!

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Ô ô ôooo ô ô... A dança da Noivaaaaa

Congresso Jovem 2011 - Bom Retiro.
Todos nós que aguardamos o noivo, somos noiva. Noivas de Cristo. No contexto hebraico é a noiva que espera o noivo no altar. Lá na Bom Retiro, costumamos celebrar com muita alegria, essa espera incansável da noiva, pois sabemos que Jesus está prestes a vir nos buscar para participar das bodas do Cordeiro. Imagino que cantaremos um hino de celebração tão ritmado que até quem nunca dançou vai querer  mexer os pés de alguma forma naquele momento. O nome da canção? A dança da Noiva, Ô ô ô ô ô... Ô ô ôô ô... rs rs rs. Por incrível que pareça há quem diga que será um hino lento, beeeem "espirítual", sabe... aquela conversa antiga que sacro somente hinos de certa data, pois os de hoje não são tão ungidos... O texto biblico diz que Mirian, quando chegou do outro lado do mar Vermelho, compôs um lindo cântico de exaltação a Deus. Ela dizia cantando, dançando e tocando um tamborim: "Só Senhor é Deus!" O texto diz que ela dançava e, não poderia ser por menos, ela iria presenciar o massacre de toda as familias Israelitas, iria ser um carneficina, mas Deus a livrou desse terrivel fim. Penso que será este o sentimento que teremos ao entrar no céu, um sentimento de profundo livramento, uma alegria incomensurável, um contentamento inimaginável. Um triunfo haverá no coração de todos os que foram salvos da morte e do inferno: "Vencemos a batalha, bendito seja a Rocha da nossa salvação, Jesus! ... E cantaremos dançando: Ô ô ô õ... A dança da Noivaaaaa!!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O melhor vem depois

O bolo da titia Nilda


O melhor ainda vem depois


Estamos vivenciando os ultimos momentos da Igreja sobre a terra, o arrebatamento está prestes a acontecer. É incrivel como as pessoas estão alheias a esse fato, não se ouve sobre isso, não é o assunto principal nas igrejas, os pregadores, parecem que pulam o texto das palavras de Jesus que diz: "Eis que venho sem demora.", Apocalipse 3.11. Mas, realmente, porquer querer sair de um lugar que parece ser tão bom? É verdade que existem pessoas que estão tão resolvidas a ficarem depois do arrebatamento da Igreja que estão confortáveis com esse mundo. Os que são daquí se sentem assim, mas o que buscam uma pátria superior, com certeza, almejam o novo céu e a nova terra. Esse mundo é como se fosse um organisnmo e nós um corpo estranho; Todo corpo estranho tende a ser expulso quando em um organismo que não é o dele, é dessa forma que nos sentimos quanto a esse mundo, existem momentos em que nos sentimos convidados a sair, não somos bem-vindos, isso, é claro, com muito menos rigor aqui no Brasil, porquer em vários lugares do mundo a igreja é severamente castigada por não pertencer ao sistema das instituições corrompidas deste século. Falo da Igreja invisível, dos convidados para as bodas do Cordeiro. Quem nunca já foi excluído do grupo por ser crente, por não ser possível comungar com certas práticas? Infelizmente nem todos conseguem resistir aos baquetes de Babilonia, mas ainda existem Danieis que serão capazes de enfrentar a acorrupção do mundo por amor a Jesus Cristo. É a geração de Daniel, é a geração que será arrebatada para a terra de Emanuel, onde não haverá choro, nem pranto, nem sol ou lua, pois Deus mesmo será a sua luz. 

Paz a todos!
Eis que venho sem demora
Apocalipse 3:11
Eis que venho sem demora
Apocalipse 3:11
Eis que venho sem demora
Apocalipse 3:11

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Meu paraíso particular - Praia de Barreta
Mergulhar nas águas do Espirito Santo de Deus é a nossa única opção diante dos problemas da vida. A água é um dos simbolos que aplicamos aos acontecimentos espirituais que ocorrem no mundo espiritual. Tudo primeiramente ocorre na dimensão espirítual, para só depois acontecer no reino matérial. Quando mergulhamos em Deus nos escondemos de tudo e de todos, não somos vistos pelo olho carnal, ver no sentido de compreender, pois o homem espiritual confunde os olhares meramente carnais. Por mais que estas águas sejam claras, uma vez estando submersos, estaremos distantes do mundo. Ao orarmos estamos submersos. Quando adoramos estamos submersos. Quando simplismente nos levantamos e damos alguns passos em direção ao Circulo de oração ou a aqulaquer lugar onde se invoque o nome Santo do Senhor, estamos mergulhando em Deus. E ao abrir a Biblia, é aí que nos submergimos nas águas que descem do Trono de Deus, essa fonte é a mais segura. Mergulhar é uma questão de hábito e hábito é uma questão de escolha. Todo o homem deveria ao menos uma vez por dia dobrar os joelhos e elevar os seus pensamentos a Deus. Daniel fazia isso com muita naturalidade, esse costume lhe abriu muitas portas, salvou vidas, revolucionou os anais da história de Babilonia e lhe deu até hoje muitas honras. Quer ser honrado por Deus e pelos homens? Mergulhe na águas do Espírito. Mergulhe agora nesse louvor, veja o video do cantor Marcelo Santos.


video

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Mãe chora a procura dos restos mortais de seu filho - 1996 - The New York Times.
Um encontro inesquecivel. 
Uma combate entre gigantes. 
Um duelo entre o bem e o mal.
Estou falando do encontro de dois cortejos, um que seguia o enterro de um rapaz,  filho de uma viúva da cidade de Naim e o outro da multidão que seguia a Jesus de Nazaré como sempre. Morte e vida se confrontaram alí. Jesus se comoveu ao ver o sofrimento da mãe que perdera o filho e algo aconteceu: Derepente Jesus toca no esquife... O espírito do rapaz é restituído ao corpo... e todos ficam atonitos diante do acontecimento. A cidade de Naim foi inpactada pela ressurreição do filho da viúva. Não se podia esperar outra coisa, pois Jesus é o Senhor da vida.
As palavras de Jesus ao Jovem foram: 
-Jovem, a ti te digo: Levanta-te, E o defunto assentou-se, e começou a falar.
Para a mãe Jesus falou: 
-Não chores.
Jesus Cristo é o mesmo hoje e eternamente. Ele vive para isso, para ressuscitar ideais e devolvê-los aos corações. Se houve morte, Jesus estará indo ao teu encontro para detê-la. Em Naim ocorreu um milagre para espanto de todos, na tua vida também ocorrerá. Paz!

Este milagre foi registrado no Evangelho de Lucas, cap. 7.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Se não eu, quem? Se não agora, quando? Congresso Jovem 2011 - Bom Retiro.

Pr Marcelo e esposa.
Por onde quer que formos, carregaremos as marcas de Cristo. Elas são as evidências de que já passamos pelo processo da cruz e pela ressureição. Onde há marcas já não há mais feridas abertas, pois ressuscitamos curados, cicatrizados e capacitados para trabalhar na ceára dos enfermos. O apóstolo Paulo dizia com muito intusiasmo que carregava as marcas de Cristo em seu corpo e dizia que ninguém o importuna-se por isso. Imagino que tais marcas, além de emocionais, fossem fisicas e que a cada toque nos vergões era um arremate a acontecimentos que marcaram a sua tragetória na vida cristã. O nosso chamado é semelhante ao de Paulo. Fomos chamados para impactar nações, destruir sofismas e arrebatar vidas para o Senhor Jesus, mas só seremos causadores de tais impactos espirituais se adquirirmos as marcas de Cristo. Mas quem quer pagar um preço tão alto? Não nos enganemos meus amados, nós temos promessas de morte também e não podemos fugir. Se quisermos ser causadores de impactos, mas cedo ou mais tarde teremos que passar pela cruz. O melhor de tudo é que ao morrermos com Cristo também seremos ressuscitados com Ele, desta feita para viver conforme a sua vontade e tão verdadeiramente que quem atravessar a nossa sombra será curado e impactado. Vamos à cruz?


Recebendo grandes promessas.

A noite do dia 24/09/2011 foi impactante! Está registrado nos anais da história da Assembléia de Deus do Bom Retiro em Natal/RN, a promessa de que Deus levantará no nosso meio jovens que impactarão essa geração. Acredito que esse acontecimento produzirá reflexos em todas as instâncias do país, quer sejam politicas, culturais, econômicas e sociais. É o Reino de Deus se estendendo como um manto sobre o Brasil e resgatando a nossa nação. Aleluia! 


"Assim diz o Senhor: Onde tu chegares vai ser impacto!"




video







Dedico esta postagem ao Pastor Marcelo e familia que estarão nos deixando, atendendo o Chamado de Deus para as nações. Sentiremos saudades de vocês queridos, as nações vos esperam!





sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Viver nas alturas

Sam Marino - Itália
Viver nas alturas é o desejo de muitas pessoas, mas será que as nossas atitudes estão nos levando para lugares altos? Falo, não só de altura física, mas principalmente de ascensão pessoal, do nosso crescimento como pessoa. Tudo aquilo que plantamos hoje, será o que colheremos amanhã, é um fenômeno espiritual que ocorre na vida de todos, sem excessão. Para chegar as alturas temos que no minino dar algums passos em direção ao alto. Mas como achar o caminho? Onde estão os degraus? Amigo(a), eles estão aí, diante de você. Subir é uma questão de escolha. Em todos os momentos decidimos subir ou descer, seja no caráter, nas finanças (na entrega do dizimo ,oferta e caridade), nos relacionamentos, no trato com as pessoas... Tudo isso se tornarão molas propulsoras que nos impulsionarão na direção de uma vida nas alturas. As sementes que você plantar dirão que tipo de planta nascerá, você não colherá outra coisa a não ser o fruto consoante as atitudes que você plantar hoje. Plantemos somente o que é bom e colheresmo o que é excelente... E subiremos cada vez mais... mais e mais! Paz!

Mateus 7.16 - "Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?"

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

A maior oportunidade é aquela que nos é dada por Deus e não pelo homem. Não precisa forçar a barra, quando Deus estiver desejoso de ouvir a tua voz, você pode estar onde estiver, ainda que por detrás dos rebanhos, alguém será usado por Deus para te ungir e te chamar para sentar-se a mesa do Rei. Foi assim com Davi e a história continua conosco. Deus tem banquete preparado para cada um de nós. Acontece que Deus, as vezes nos esconde e nos deixa literalmente transparentes diante das pessoas. Quando isso ocorrer com você não reclame e nem se sinta desprezado, isso é Deus te preservando da ruina e moldando o teu caráter para que toda honra e toda a glória sejam tranferidas imediatamente para Ele. Um coração exaltado jamais será usado por Deus, as frustrações servem de abrasivo para os nossos corações, afim de limpar toda arrogância que impede o agir do Senhor em nossas vidas. Aprenda a compreender os propósitos do Pai. Ele é perfeito. Paz!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Lua com 30 de zoom - Noite natalense.

"O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã." Estas foram as palavras do rei Davi no salmo 30.5. O salmista fala sobre o dever de adorar a Deus mesmo em estado de angústia. É um filho que ama o seu pai incondicionalmente. Talvez a noite do rei, quando tenha composto esse salmo, não tenha sido lá das mais calmas.  Sabemos que nos salmos Davi  fala de suas experências pessoais com Deus, então ele diz aqui que já esteve em pranto por toda uma noite, mas que sentiu a alegria do Senhor ao amanhecer. É assim também em nossas vidas. Davi representa todo aquele que adora ao Senhor independente do estado de sua alma. Transpassados pela angústia ou em estado de graça pelas bençãos recebidas, a nossa adoração deve ter a mesma resonancia nas regiões celestiais. Não seremos aprovados enquanto não passarmos por esses processos espirituais. Esse é o verdadeiro adorador: ele sabe que lutas são para quebrantamento e bençãos são para agradecimento. Louvado seja o Senhor em todo tempo!

Trecho da canção Sempre Louve
Cassiane

"Enquanto você louva Deus te livra da prisão
Enquanto você louva, o inimigo cai ao chão
Cadeias se abrirão, multidões se renderão
Não olhe o teu problema e não pare de louvar...".

video



sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Foto original
Encontrei esse rapaz lá no Campus Universitário. Ele fez pose pra mim e eu não perdí tempo, fotografei a celebridade. As criaturas são perfeitas, elas revelam a glória de Deus; ao observá-las percebemos que elas não se estressam com preocupações como agente. Jesus disse: "Não se preocupem pelo que haveis de comer ou beber, ou pelo que haveis de vestir. Olhai para as aves do céu (no meu caso foi mico) que não trabalham, nem ajuntam em celeiros, mas o vosso Pai Celestial as alimenta. tendes vós muito mais valor do que elas." (Mt 6.26). Esse tipo de desconfiança com o cuidado de Deus é coisa nossa, os animais não fazem esse tipo de questionamento, já estão tão acostumados com o cuidado do criador que passam o dia brincando, curtindo a vidinha deles e pousando para fotógrafos desocupados como eu. Brincadeira, gente! Eu trabalho. Confiemos no cuidado do Senhor. Paz!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Salmos 4.7 - "Em paz me deitarei e dormirei, pois só tu Senhor, me fazes repousar em segurança."

Nicole dormindo
Paz é estado de espírito. Não depende de lugar, companhia, condição financeira, posição social... Você pode estar no lugar mais calmo e silencioso do mundo ou ocupando o cargo mais elevado de uma empresa multimilionária, mas se seu espírito estiver agitado nada disso poderá trazer paz ao seu coração. Jesus disse: "No mundo tereis aflições, mas em mim tereis paz." Jesus é o Principe da paz. Ele faz cessar as guerras ao redor da terra, quebra o arco do inimigo, corta a lança que aflinge os corações e libera a sua doce paz. Paz que o mundo não conhece, paz acima de todo entendimento. Experimente essa paz agora.  Sinta a doce presença do Senhor aí, contigo. Deite-se e durma tranquilo. Receba paz e fé!

sábado, 3 de setembro de 2011

Escultura em PVC - De Marilha e Joseane.
No bambole da vida lutamos incansavelmente para não deixar a situação despencar. Mas como adquirir força pra resistir firmemente até o fim e sem se estressar? O rei Daví declarou: “Ele,  adestra as minhas mãos para o combate e os meus dedos para a guerra”. A nossa capacidade vem de Deus, é Ele quem nos aperfeiçoa e nos capacita, mas quantas vezes não deixamos o Senhor modelar o nosso caráter para que estejamos preparados para enfrentar as guerras que estão por vir, queremos apenas conforto, tranquilidade, vida boa e rejeitamos os treinamentos do Senhor. Todo treinamento requer esforço, desgaste, superação. Deus nos dar oportunidades de crescer e crescimento demanda frustrações, pois frustrações amadurecem. Deixa Deus preparar o teu coração, se não nunca estarás preparado para conquistar novos horizontes. Toda a glória pertence somente a Deus. Que Deus seja louvado para sempre.


 Elvis de Oliveira







Gente, vale a pena visitar a Galeria Conviv'art - Fica no Centro de convivências da UFRN. É só perguntar onde fica o NAC, ok?!


Sempre tem exposição de Obras de Arte por lá,visitem!!

Exposição Espelho da memória - Flávio Tavares.

Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio tavares
Eu e Obras de Flávio Tavares

Eu e Obras de Flávio Tavares
Na verdade era pra ser só um autografo, mas o Flávio nos fez esta surpresa em questão de segundos.
Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio Tavares
Flávio Tavares